Como gerar renda para o condomínio e diminuir a taxa condominial

Aprenda diferentes maneiras para arrecadar dinheiro para o condomínio e, consequentemente, reduzir a sua taxa condominial

"É preciso que o síndico esteja atento aos procedimentos tributários necessários para que o condomínio não tenha problemas no futuro. É praticamente impossível encontrar alguém que não gosta de economizar dinheiro. Ainda mais em tempos de crise financeira como o que vivemos atualmente. No caso de condomínio, há uma série de ações que podem ser realizadas para arrecadar dinheiro e reduzir a taxa paga pelos moradores ao condomínio.

Confira:

Aluguel de espaços 
Locação pode ser um excelente negócio para o seu condomínio. E estes aluguéis podem ser desde locações de espaços não utilizados no condomínio para algum morador, passando por locar academia e estacionamentos, por exemplo, para empresas terceiras, até o aluguel do terraço do condomínio para instalação de antenas de telefonia e internet.

Em todos estes casos, é necessário aprovação dos moradores em reunião de assembleia do condomínio. Além disso, é preciso estar atento a alguns detalhes, como por exemplo: No caso de locação para moradores, o síndico precisa dar a chance para todos os condôminos se manifestarem interessados em locar o espaço. Para a locação de antena, é preciso verificar se o seu condomínio possui os pré-requisitos para instalação dos equipamentos.

E em relação a locação de espaços para empresas terceirizadas, sugere-se que esta seja adicionada a Convenção do condomínio.

Espaço para publicidade
A prática de publicidade em condomínios é muito comum atualmente principalmente em condomínios comerciais. Normalmente, as propagandas aparecem em murais e televisões nos elevadores ou em totens espalhados pelo condomínio. Para levar esta iniciativa para o seu condomínio, busque por empresas especializadas na área para que quando você levar a ideia para a assembleia, você já tenha uma proposta e consiga quantificar o quanto é possível arrecadar. Estas são as práticas mais comuns e rentáveis para condomínios.

Contudo, é preciso que o síndico esteja atento aos procedimentos tributários necessários para que o condomínio não tenha problemas no futuro. Ou seja, todo o dinheiro arrecadado deve, obrigatoriamente, constar na prestação de contas do condomínio apresentada pelo síndico.

Nesta apresentação, o síndico deve ter os documentos que comprovem a origem da renda. E o mais importante!

Após os contratos serem assinados e as práticas de locação e/ou publicidade iniciarem no condomínio, o síndico deve recalcular a taxa condominial levando em consideração a arrecadação com estas iniciativas.

Matéria originalmente publicada em SEGS
Compartilhar

About Paulo Melo

0 comentários:

Postar um comentário