Marketing verde é atitude, não só discurso

Para que uma empresa possa atuar e se desenvolver de forma sustentável, o trabalho deve ser levar em consideração o equilíbrio entre os pilares social, econômico e ambiental


“Por isso, a atuação do gestor ambiental é de muita importância nas organizações. Esse profissional contribui tanto para a gestão interna e quanto para a visão externa das empresas. É ele que elabora e implementa projetos de sustentabilidade, emite licenças ambientais e pode, inclusive, implantar políticas públicas associadas ao meio ambiente”, afirma Anny Karine de Medeiros, coordenadora do curso Tecnologia em Gestão Ambiental, do Senac EAD.

Como apoio de gestão, tecnólogo dessa área pode ajudar na administração do uso, controle e avaliação de recursos naturais, em organizações públicas, privadas ou do terceiro setor. Já para como visão externa das organizações, Anny diz que há muitos caminhos para colaborar com a imagem das organizações, e no seu papel estratégico junto com o meio ambiente, envolvendo ações como marketing verde e responsabilidade socioambiental. A coordenadora nos ajuda a entender o que isso significa e oferece algumas dicas para aplicar na empresa:

Marketing verde
"Com a escassez de recursos naturais, cada vez mais a sociedade tem valorizado produtos e serviços que respeitam o planeta, e o gestor ambiental pode ajudar a disseminar essa visão, fornecendo alternativas e soluções para as organizações. A sustentabilidade e o respeito ao meio ambiente têm sido um elementos cada vez mais buscado pelo mercado global, apesar de muitas organizações ainda não estarem adaptadas a esta demanda da sociedade".

De acordo com o Centro Sebrae de Sustentabilidade, o marketing verde vai além da "divulgação de produtos ou ações sustentáveis pelas empresas, ele precisa estar incorporado na linha de produção, provocando alterações na construção dos produtos, nas embalagens e na forma como a empresa realiza a publicidade para garantir um processo sustentável, resultando em uma postura transparente com o consumidor".

Confira algumas dicas:

Preço
- prefira fornecedores que mantêm ações sustentáveis
- Faça acordo com empresas que trabalham com produtos sustentáveis, fornecendo seu espaço para que elas possam fazer divulgação de sua marca e, em contrapartida elas reduzem seus preços para serem comercializados junto aos seus clientes.

Produto
- opte por embalagens recicláveis, elas serão reutilizadas no futuro com matéria-prima de outros materiais
- escolha matéria-prima reciclada ou que tenha algum selo que comprove sua responsabilidade socioambiental

Ponto de venda
- use equipamentos com baixo consumo de energia
- privilegie luz natural
- venda pela internet. Assim, reduz a circulação de transportes

Promoção
- divulgue por e-mail marketing, mídias sociais e emissoras de rádios
- diminua a quantidade de papel não reciclável gasto na sua comunicação
- envie mensagens por telefone (SMS/WhatsApp) em promoções da empresa


Responsabilidade socioambiental: nenhuma empresa atua sozinha, ela precisa se relacionar com fornecedores, clientes e, sobretudo, se relaciona com o ambiente em que está inserida. Cada vez mais as empresas têm se preocupado com o impacto ambiental de seus processos, seja a emissão de gases e resíduos poluentes, seja a ocupação de espaços.

"Para equilibrar esses impactos ambientais, a responsabilidade socioambiental tem sido cada vez mais valorizada, é a forma como as organizações podem contribuir com a sociedade e o meio ambiente que a cerca. O gestor ambiental pode ajudar diretamente na implantação de projetos e alternativas para valorizar a ação das organizações", acrescenta a coordenadora.
Compartilhar

About Colibri Comunicação

0 comentários:

Postar um comentário