Em meio à pandemia, empreendedora transforma fornada de bolos e pães caseiros em oportunidade

Olhando a necessidade, Vânia criou a Gula Gula Guará e comercializa produtos recheados de afeto, na Capital Federal



Em tempos de pandemia, muitos profissionais tiveram de se reinventar e transformar o isolamento forçado em oportunidade para novos negócios. Foi assim com a atendente em ótica Vânia Cardoso, 45 anos, que viu no interesse pela gastronomia uma possibilidade de empreender em meio à crise.

Com o contrato de trabalho suspenso e em quarentena na casa em que mora de aluguel no Guará cidade satélite do Distrito Federal, resolveu testar receitas de bolos e pães, realizou um work shop na cozinha de sua irmã, que também produz bolos, pães e pizza, se aventurou na primeira fornada de bolos caseiro e pães. O resultado encantou a família e os amigos não apenas pelo sabor, mas pela beleza.

Surpresa com a qualidade do produto, Vânia postou em alguns grupos no WhatsApp e, diante dos elogios e pedidos de receitas, a encorajou a seguir com os testes.

Postagens nas redes sociais despertaram interesse de amigos e, assim, surgiu a Gula Gula Guará. “Postava fotos e as pessoas já começavam a pedir pelos pães e bolos. Aí surgiu a ideia: vamos fazer para vender. Vânia com o contrato de trabalho suspenso estava já ensaiando abrir um negócio no ramo da alimentação, que é um ponto forte dela, e assim nasceu a empresa”.

Com cardápio improvisado de última hora e receitas maravilhosas, o primeiro dia de testes resultou na venda de 20 bolos e surpreendeu Vânia. Com a procura pelo produto, ela começou a diversificar as receitas e ampliar o leque de opções. Os carros chefes são os pães caseiros, temperados com ervas, bolo de milho, bolo pamonha, mandioca, cenoura com calda de chocolate e o delicioso bolo fit de banana. A produção é toda feita por ela, que, conforme o número de pedidos recebidos no dia anterior, madruga para colocar a mão na massa e entregar as fornadas durante o dia.

As encomendas são feitas via WhatsApp e os produtos expostos em uma página no Instagram, onde Vânia monta os cenários, fotografa e cuida das postagens. Atualmente, com pouco mais de um mês de criação do negócio, a média de vendas fica em torno de 50 bolos por semana, além dos demais produtos.

Segundo Vânia, o investimento inicial foi de mais ou menos R$ 500,00 para a aquisição de insumos, formas e embalagens, e a produção toda é feita na cozinha da casa onde mora. “A gente até acha graça, pois a produção toda rola em um espaço de 60 metros quadrados, em um fogão de quatro bocas. Nossa ideia é investir mais, claro, mas ainda estamos no começo e nos planejando”, relata.

O nome da empresa foi escolhido por acaso, a partir do feedback positivo dos amigos e conhecidos, que viraram clientes fixos. “Nos diziam que os bolos tinham gosto de infância, de carinho, lembravam o bolo feito pelas avós e remetiam à família. Então, Gula Gula Guará soou bacana pra nós, criamos uma logomarca caseira mesmo e aí estamos”, relata a empreendedora.

Sempre com apoio e ajuda da família Vânia apostou ainda em tornar a entrega dos bolos uma experiência diferenciada e passou a embalá-los com uma fita, 'estilo mercado de antigamente'. Fazendo jus ao nome da empresa, Vânia passou a escrever recados carinhosos nas embalagens dos produtos, que são entregues quentinhos e pessoalmente por ela na porta de sua casa.

“Fazemos tudo com muito carinho para entregar nosso melhor. Queremos que os clientes, mesmos os fixos, tenham uma excelente experiência ao receber o produto, com toda a atenção merecida, como se fosse a primeira vez”, destaca Vânia.

Para ela, o atual momento de reclusão, combinado com a suspensão do seu contrato de trabalho, foi decisivo para colocar o sonho latente de empreender em prática. A dica para quem também planeja transformar um habilidade em negócio é “arregaçar as mangas e tentar”. “Sempre tive vontade de trabalhar na área da alimentação e estou gostando muito”.

Pretendo estudar gastronomia e seguir nessa área. Eu tenho um espírito empreendedor e com a ajuda da minha família foi o que me incentivou a colocar tudo isso em prática. Estar em casa, na quarentena, foi o impulso que faltava pra começar o meu negócio”, avalia.

SERVIÇO:
Gula Gula Guará

Pedidos: (61) 98410-2845
Compartilhar

About Paulo Melo

1 comentários: