Cuidados com a saúde das gestantes em tempos de pandemia

 

A atenção no pré-natal deve ser redobrada, ainda mais para grávidas com diabetes, doenças cardiovasculares ou problemas respiratórios


as gestantes com deficiência imunológica ou problemas respiratórios devem ter cuidados redobrados de prevenção à Covid-19. Por isso, é recomendável que adotem o isolamento social, saindo de casa apenas em caso de extrema necessidade, por exemplo, para as consultas do pré-natal. 

“E o ideal é ter a consulta com hora marcada, evitando locais de grande aglomeração”, alerta o infectologista da Central Nacional Unimed, Dr. Lauro Ferreira. No caso de gestantes com problemas respiratórios, que fazem acompanhamento com pneumologistas e alergologistas, “é fundamental manter esse cuidado e não descuidar da medicação, caso esteja fazendo algum tratamento com orientação médica”. 

Os cuidados com a higiene também devem ser redobrados. E as gestantes devem seguir a mesma recomendação, válida para todas as pessoas. “Lavar frequentemente as mãos (dedos, unhas, punho, palma e dorso), com água e sabão, e, de preferência, utilizar toalhas de papel para secá-las. Além do sabão, outro produto indicado para higienizar as mãos é o álcool em gel, muito útil para usar fora de casa”.

“Máscaras devem ser usadas por mães com suspeita de Covid ou qualquer quadro respiratório como síndrome gripal, com o objetivo de proteger o bebê”, alerta Dr. Lauro. Sintomas como tosse, febre ou coriza também são sinais que indicam o uso. “As gestantes devem ter atenção redobrada em relação a essas ocorrências, prestando muita atenção à evolução do quadro. Caso haja dificuldade para respirar, dor no tórax ou febre incessante, devem procurar atendimento”. 

Além disso, o infectologista chama a atenção à necessidade de se imunizarem contra a gripe. “As campanhas de vacinação para os grupos de risco, que incluem gestantes e puérperas, já começaram. É muito importante que tomem a vacina e se protejam de outras viroses que também podem trazer riscos, como a H1N1”, reforça. 

As gestantes com doenças cardiovasculares e diabetes também devem ter cuidados redobrados com a saúde. “Nesses casos, o acompanhamento com especialistas, além do médico de obstetrícia, é fundamental”, alerta o obstetra Dr. Valdmário Rodrigues Júnior, também assessor da presidência da Central Nacional Unimed.

O Parto 

Dieta customizada e equilibrada, além da prática orientada e segura de atividades físicas também podem ajudar as gestantes.

O ginecologista obstetra Dr. Valdmário Rodrigues Júnior afirma que medidas para avaliar o estresse e a tensão, como técnicas de relaxamento, meditação, e até acompanhamento psicológico, são importantes para que a gestante possa ter uma gravidez tranquila e saudável. “Todos estamos sujeitos a momentos de estresse e até medo, devido ao avanço da pandemia da Covid-19. A gestante precisa de todo acolhimento possível neste momento”, diz. 

Não há evidências de transmissão vertical - ou seja, de que a mulher grávida passe o Sars-Cov-2 (nome técnico do coronavírus) para o feto. “É preciso ter muito cuidado na hora do parto, principalmente com relação às condições de higiene do local e equipamentos de segurança dos profissionais da saúde. Mas isso não deve ser levado em consideração somente em tempos de pandemia, e sim em qualquer circunstância”. Dieta customizada e equilibrada, além da prática orientada e segura de atividades físicas também podem ajudar as gestantes
Compartilhar

About Paulo Melo

0 comentários:

Postar um comentário