Julia Lucy aprova terceirização de vistoria do DETRAN-DF: essa é uma decisão muito acertada por parte do GDF



Terceirização do serviço de vistoria do Detran beneficia cidadão e servidor, afirma Júlia Lucy



Para a Deputada Distrital, a iniciativa irá trazer mais oferta de postos, menos tempo de espera e utilização dos servidores para atividades mais importantes, como policiamento e fiscalização do trânsito.

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran) divulgou as regras para o credenciamento de empresas interessadas em oferecer o serviço de inspeção veicular.

Pela proposta, as empresas deverão oferecer, no mínimo, sete boxes para vistoria: seis boxes normais, com um deles adaptado para atendimento de pessoas com necessidades especiais, e um para veículos de grande porte. Os vistoriadores deverão apresentar também certificados em cursos de capacitação e Certidão Negativa Criminal.

Atualmente, o Detran conta com sete unidades que oferecem a vistoria veicular. A partir do credenciamento de empresas, a expectativa é que o serviço seja oferecido em, pelo menos, 30 postos. A previsão é que todos estejam montados em até 180 dias, atendendo em diversos pontos do Distrito Federal.

A Deputada Distrital Júlia Lucy parabeniza a iniciativa do governo e afirma que a terceirização desse serviço representará mais agilidade, mais eficiência e melhor aproveitamento dos quadros do Detran. "Esse é um serviço que a população sempre reclamou, com atendimento lento, espera de meses e muita dor de cabeça para quem precisa da vistoria. Agora, o atendimento do Detran vai ficar mais rápido, mais eficiente e os servidores poderão se dedicar a atividades mais complexas".

Segundo a parlamentar, um estudo feito pela direção-geral do Detran mostrou que, nos últimos três anos, os custos com a prestação do serviço de vistoria chegaram à média de R$ 100 milhões, incluindo despesas de pessoal e estruturas físicas, como água, energia e sistemas. A receita arrecadada, no entanto, segundo a autarquia, chegava à casa dos R$ 90 milhões, não sendo suficiente para cobrir os custos necessários.

Além disso, com a transferência desse serviço para as empresas credenciadas, os 106 agentes que atualmente trabalham na vistoria vão reforçar o policiamento e a fiscalização de trânsito nas vias do Distrito Federal, informa o departamento.

"Como todos esses estudos e dados mostram, essa é uma decisão muito acertada por parte do Executivo local'', finaliza a parlamentar.

A vistoria é um procedimento obrigatório para a realização da transferência de propriedade do veículo, de mudança entre unidades da Federação e de serviços como alteração de característica e inclusão de gravame, entre outros.
Compartilhar

About Da redação

0 comentários:

Postar um comentário