Goiás deve ser o maior produtor nacional de sorgo e girassol



De acordo com a Conab, a estimativa é de crescimento de 7,3% na produção de sorgo na atual safra, no Estado, em comparação com a safra 2019/2020, e de aumento de 27,7% na produção de girassol, em relação à safra 2019/2020



A área plantada de sorgo e girassol deverá ser de 377,9 mil hectares e de 20 mil hectares, respectivamente. Com isso, a produtividade deve girar em torno de 3,1 toneladas por hectare no sorgo e de 2,1 toneladas por hectare no girassol

Com previsão de produção de quase 1,2 milhão de toneladas de sorgo e de 42 mil toneladas de girassol, o Estado deve se firmar como o maior produtor nacional das duas culturas na safra 2020/2021. É o que aponta o 9º levantamento da Safra de Grãos, divulgado nesta quinta-feira (10/06) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e com dados regionais compilados pela Gerência de Inteligência de Mercado da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

De acordo com a Conab, a estimativa é de crescimento de 7,3% na produção de sorgo na atual safra, no Estado, em comparação com a safra 2019/2020, e de aumento de 27,7% na produção de girassol, em relação à safra 2019/2020. A área plantada de sorgo e girassol deverá ser de 377,9 mil hectares e de 20 mil hectares, respectivamente. Com isso, a produtividade deve girar em torno de 3,1 toneladas por hectare no sorgo e de 2,1 toneladas por hectare no girassol.

Outro destaque é a produção de trigo em Goiás, que deve registrar crescimento de 142,4% na safra 2020/2021, em relação à safra anterior. Serão 224,0 mil toneladas, com produtividade de 4,0 toneladas por hectare. Isso faz do Estado o quinto maior produtor nacional.

Segundo o titular da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tiago Mendonça, esses números comprovam a aptidão de Goiás para o segmento agropecuário. "Além das culturas como soja e milho, que são referência no Estado, outras atividades têm se destacado no cenário nacional, mostrando a diversificação da agricultura goiana e contribuindo para o fortalecimento de nossas cadeias produtivas", enfatiza.  

Safra no Estado
Em relação à safra de grãos, Goiás deverá produzir mais de 24,6 milhões de toneladas na safra 2020/2021, ocupando a 4ª posição no ranking nacional – atrás de Mato Grosso (73,4 milhões de toneladas), Paraná (38,7 milhões) e Rio Grande do Sul (37,1 milhões de toneladas). A previsão é de produção de mais de 13,7 milhões de toneladas de soja (4ª posição no ranking), quase 9 milhões de toneladas de milho (também 3ª posição) e 130,9 mil toneladas de arroz (8º maior produtor brasileiro).

LSPA/IBGE
Segundo os dados do Levantamento Sistemático de Produção Agrícola, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Goiás deve ser o maior produtor de tomate no Brasil, com mais de 1,1 milhão de toneladas na atual safra, crescimento de 6,9% em relação à safra anterior. Destaque ainda para a cana-de-açúcar, já que o Estado deve ser o terceiro maior produtor nacional, com quase 74,0 milhões de toneladas.
Compartilhar

About Redação Grupo Inova

0 comentários:

Postar um comentário