Tendas Continuam Atendendo Pacientes com Sintomas da Dengue no Distrito Federal


Com casos de dengue ainda sendo registrados no Distrito Federal, as autoridades de saúde mantêm ativas as tendas de acolhimento destinadas ao tratamento e diagnóstico da doença. 

As tendas de hidratação para acolhimento de pacientes com sintomas da dengue funcionam todos os dias da semana, adotando um modelo operacional semelhante ao dos hospitais de campanha, para ampliar o acesso da população a exames e consultas médicas essenciais. Em três dessas unidades, o serviço é oferecido 24 horas por dia, enquanto nas outras, o atendimento ocorre das 7h às 19h.

Esses pontos de atendimento foram estrategicamente localizados próximos a hospitais regulares, unidades de pronto atendimento (UPAs) e unidades básicas de saúde (UBSs). A ideia é assegurar uma resposta rápida para os pacientes que apresentam sintomas da doença, aliviando a demanda e a pressão sobre o Sistema Único de Saúde (SUS).

Sintomas da dengue

A dengue é uma doença viral transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti. Os sintomas mais comuns incluem febre alta, dor de cabeça severa, dor atrás dos olhos, dores musculares e nas articulações, mal-estar, náuseas, vômitos e manchas vermelhas na pele. O aparecimento súbito de febre é frequentemente o primeiro sinal de alerta. É crucial que qualquer pessoa que apresente esses sintomas procure imediatamente uma das tendas de acolhimento ou outras unidades de saúde para avaliação e tratamento adequados.

A persistência dessas estruturas de atendimento é parte do esforço contínuo para combater a dengue e proteger a saúde da população do Distrito Federal, minimizando o impacto dessa doença que, todos os anos, afeta milhares de brasileiros. As tendas de acolhimento são uma ferramenta vital nesta luta, proporcionando um recurso acessível e eficaz para o diagnóstico e tratamento precoce da dengue.


Confira, abaixo, os endereços e horários de atendimento das tendas de atendimento.

Funcionamento 24 horas

→ Gama – estacionamento do hospital regional local (HRG)

→ Guará – em frente à UBS 1

→ Paranoá – estacionamento do Hospital da Região Leste


Funcionamento das 7h às 19h

→ Plano Piloto – estacionamento do Hospital Regional da Asa Norte (Hran)

→ Vicente Pires – estacionamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA)

→ Varjão – atrás da UBS 1

→ Taguatinga – estacionamento do ambulatório do hospital regional (HRT)

→ Planaltina – na policlínica da região

→ Águas Claras – estacionamento da UBS 1 do Areal

→ Ceilândia – estacionamento do hospital regional local (HRC)

→ Samambaia – estacionamento da UBS 7.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem